Blog

image

As habilidades de liderança diminuem com a idade?

Algumas profissões tem um Conselho de licenciamento encarregado de garantir que os profissionais estejam corretamente habilitados, mantenham e melhorem suas habilidades para exercer a profissão. Além de fiscalizar e punir os que infringem as normas. Isso vale para farmacêuticos, advogados, engenheiros e médicos, entre outros.

E se os profissionais que ocupassem cargos de liderança em todas as empresas ou agências do setor público também fossem obrigados a mostrar periodicamente que haviam tomado medidas ativas para manter e melhorar suas habilidades de liderança?


Zenger Folkman, parceira do Unique Group, consultoria americana que promove estudos sobre o mercado corporativo, afirma que uma das pontuações, consistentemente mais baixas, que encontrou em seus instrumentos de Feedback 360 ​​graus é a questão relacionada à prática do autodesenvolvimento.

A maioria dos participantes da pesquisa diz que deseja se tornar um líder melhor. Mas quando perguntados se estão fazendo algo abertamente para conseguir isso, a resposta é tipicamente “Não”. Menos de 10% dos líderes relatam que possuem algum plano de desenvolvimento pessoal no qual estejam trabalhando.

Para aqueles que têm algum plano de autodesenvolvimento, quando enfrentam qualquer outro desafio ou demanda no trabalho, eles reconhecem que seu desenvolvimento pessoal é quase sempre colocado atrás das demandas de trabalho.

 

Quão importante é desenvolver suas habilidades de liderança?

 

Vamos considerar três perspectivas:

1. Sucesso na carreira

Uma estrela em ascensão em uma empresa do Vale do Silício estava conversando com um grande grupo de gerentes mais jovens. A principal mensagem de sua palestra era que ele havia decidido no início de sua carreira profissional que a cada ano ele deliberadamente escolheria alguma habilidade de liderança para melhorar. Na sua lista estavam coisas como: conseguir delegar mais e melhor, desenvolver pensamento estratégico, empenhar-se na resolução rigorosa de problemas e conseguir trabalhar melhor em equipe. O público ficou impressionado com a intensa motivação desse indivíduo em prol do autodesenvolvimento. Muitos dos que conversamos estavam convencidos de que isso contribuiu significativamente para o rápido crescimento da empresa.

 

2. As organizações precisam disso

Sempre que os executivos são questionados sobre o status de seu pipeline de liderança, eles invariavelmente reconhecem uma profunda preocupação. Eles afirmam que o maior obstáculo ao crescimento e ao sucesso de longo prazo de sua empresa é a falta de líderes fortes. Pesquisas confirmam consistentemente que o problema número 1 enfrentado pelos CEOs é o desenvolvimento de habilidades de liderança. Como resultado, as organizações gastam grandes somas de dinheiro para alcançá-lo. Estima-se que as corporações americanas gastem cerca de US $ 50 bilhões por ano em desenvolvimento habilidades de liderança.


3. Satisfação pessoal

Seja qual for o jogo que estamos jogando, a maioria de nós gosta de ganhar – ou pelo menos ter um bom desempenho na competição. O mesmo vale para carreiras nas organizações: é sempre mais divertido quando você está tendo sucesso. É muito mais satisfatório ser um líder altamente respeitado do que aquele que está passando por dificuldades e recebendo críticas de colegas, chefes e subordinados diretos.


Os líderes geralmente melhoram suas habilidades de liderança com o tempo?

 

A pergunta mais acertada é: por conta própria, os líderes geralmente melhoram suas habilidades de liderança com o tempo?

Para descobrir essa resposta, os pesquisadores Joe Folkman e Jack Zenger analisaram dados sobre mais de 51.000 líderes. Para esses líderes, tivemos dados de feedback de 360 ​​graus, consistindo de feedback de pelo menos 13 outros profissionais sobre suas práticas de liderança. Esse feedback vinha do chefe, de vários colegas e de seus subordinados diretos.


Os instrumentos de feedback de 360 ​​graus mediram dezesseis competências e habilidades de liderança. Ao combiná-los, criamos uma medida de “eficácia geral de liderança”. A tabela abaixo mostra os resultados por vários grupos etários:


Eficácia geral da liderança por idade;

Participantes do número percentual médio de idade.

 

habilidades de liderança

 

Em vez de melhorar com o tempo, há um declínio constante desde os 25 anos até a aposentadoria.

 

O que as organizações oferecem aos líderes para o desenvolvimento de suas habilidades de liderança?

 

1. Programas de desenvolvimento de liderança. A maioria dos programas geralmente evita que sua eficiência seja avaliada, incluindo melhorias ao longo do tempo.


2. Avaliações de desempenho. As avaliações têm sido um evento anual nas empresas; no entanto, muitas estão em processo de renovar seu sistema de gerenciamento de desempenho. As avaliações tradicionais estavam focadas principalmente na avaliação e não no desenvolvimento. Novas abordagens estão focadas em melhorar o desempenho de liderança futuro e não diretamente na avaliação das capacidades do líder.


3. Avaliações, especialmente feedback com vários avaliadores ou feedback de 360 ​​graus. Infelizmente, a maioria das empresas tem um processo “one and done” (uma tradução livre seria: uma vez e pronto!). Apenas algumas das organizações mais sofisticadas têm medidas repetidas, num ciclo de 12 a 18 meses. Essas empresas rastreiam o progresso do desenvolvimento de habilidades do líder individual.

 

O que sabemos sobre mudança pessoal


Muitas pessoas estão trabalhando em algum alvo de mudança pessoal. Pode ser perder peso ou ficar mais fisicamente apto. Outros ainda preferem aprender uma língua ou uma habilidade, como esquiar. Seja qual for o objetivo, sabemos que o sucesso em qualquer um deles exige mais do que um evento único. A menos que haja um esforço sustentado, avaliações frequentes de desempenho e um objetivo final, ninguém deve se surpreender se nenhum progresso for alcançado.

 

O que as organizações devem fazer se querem melhores líderes?

 

A organização precisa estabelecer um processo contínuo de avaliação e feedback, projetado para ajudar os líderes a praticar e melhorar a fim de promover seu desenvolvimento de liderança.

Existem várias maneiras dar apoio e acompanhamento. Pode ser por:

 

  • Sessões de desenvolvimento subsequentes
  • Discussões de coaching com coaches internos ou externos
  • Artigos periódicos para ler ou vídeos para assistir, com discussão
  • Feedback de 360 ​​graus repetido
  • Tarefas específicas que exigem a aplicação de uma competência específica

 

Qualquer que seja a atividade, as chaves para o sucesso são continuidade, persistência, atenção gerencial e ênfase na melhoria das habilidades e competências.

Quanto tempo passou desde o seu último check-up de comportamento de liderança? Mais de 18 meses? Talvez seja hora de pedir uma infusão de autoconsciência e a motivação que vem com isso. Participe de sessões de desenvolvimento de liderança. Transmita seu interesse em feedback regular. Se não der certo através da empresa, busque você mesmo um apoio externo, como uma consultoria especializada.

Crie um plano para a busca incansável de melhorias.





Comentários

Deixe um comentário