Blog

image

Os 3 Elementos do Nível de Confiança

Como líder, você quer que as pessoas da sua organização confiem em você. E por um bom motivo. Em nosso treinamento com líderes, observamos que em muitas das vezes o nível de confiança é um importante indicador para que as pessoas o avaliem positivamente ou negativamente. Mas criar essa confiança ou, talvez mais importante, restabelecê-la quando você a perdeu não é algo tão simples.

 

Felizmente, ao analisar os dados das 360 avaliações de 87.000 líderes, conseguimos identificar três pilares principais que geralmente são a base do nível de confiança dos colaboradores em seus líderes. Para definir essas bases, nós tratamos esses dados a fim de buscar correlações entre o índice de confiança com os outros demais itens da avaliação. Em seguida selecionamos as 15 correlações mais relevantes, e realizamos uma análise fatorial que revelou esses três elementos de suporte. De forma resumida, essa análise mais aprofundada mostrou que a maior parte da variação nas classificações de confiança, poderia ser explicada através de três pilares.

 

Os três elementos do nível de confiança

 

Compreendendo estes três comportamentos relacionados à confiança, os líderes estarão mais aptos a elevar o nível de confiança que seus colaboradores sentem em relação a eles.

Aqui estão os três elementos:

 

Relações Positivas

A confiança é, em parte, baseada na capacidade que um líder tem de criar relacionamentos positivos com outras pessoas e grupos. Para estimular a confiança, um líder deve:

 

  • Entender sobre os problemas e as preocupações dos outros;
  • Equilibrar os resultados com a preocupação pelos outros;
  • Gerar cooperação entre os demais;
  • Resolver os conflitos da sua equipe;
  • Dar aos colaboradores um feedback honesto e que seja construtivo;

 

Bom Julgamento/Expertise

Outro fator importante para saber se as pessoas confiam em um líder, é medir o quão bem informado ele está, diante do que está acontecendo em seu ambiente. Os líderes devem entender os aspectos técnicos do trabalho, bem como ter uma profundidade no que se refere a experiência. Isso significa:

 

  • Usam o bom senso ao tomar decisões
  • Fazem com que os outros confiem em suas ideias e opiniões
  • Outros buscam suas opiniões;
  • Seu conhecimento e expertise são uma contribuição importante para alcançar resultados;
  • Capacidade de se antecipar e responder rapidamente aos problemas.

 

Consistência

O elemento final do nível de confiança é se os líderes realizam aquilo que haviam dito previamente. As pessoas classificam um líder como confiante se eles:

 

  • São um modelo e um bom exemplo;
  • Walk the talk (fazer o que se fala);
  • Honram os compromissos;
  • Cumprem suas promessas;
  • Estão dispostos a ir além do que precisa ser feito.

 

Após essa definição, o objetivo era entender como esses três elementos que compõem o nível de confiança nos líderes interagiam entre si, para a partir disso, criar uma probabilidade para que as pessoas confiassem em um líder. Sendo assim, foi criado três índices para cada elemento e como havia um conjunto de dados tão grande, foi analisado como o desempenho em cada uma das dimensões afetava o índice geral de confiança. Em nosso estudo foi percebido que, se um líder tivesse uma pontuação igual ou acima de 60% em todos os três fatores, sua pontuação geral de nível de confiança alcançaria em 80%.

 

Ao comparar pontuações altas (acima de 60%) e pontuações baixas (abaixo do 40%) foi possível examinar o impacto que elas tiveram nos três elementos que permitiram formular a ideia de confiança. Observe que esses níveis não são extremamente altos ou baixos. Basicamente, eles são 10 pontos percentuais acima e abaixo da média. Isso é importante porque significa que estar acima da média nessas habilidades pode ter um efeito positivo profundo e, inversamente, estar abaixo da média pode derrubar o nível de confiança no líder.

 

Também descobrimos que o nível de confiança é altamente correlacionado com a forma como as pessoas avaliam a eficácia geral da liderança. O impacto é mais forte nas classificações gerais em avaliações diretas e nas de seus pares. As avaliações do gerente e os índices de engajamento não eram altamente correlacionados, mas todas as diferenças são estatisticamente significativas.

 

Você precisa de todos os três elementos de nível de confiança?

 

Ao fazer esse estudo surgiu a curiosidade para saber se os líderes precisavam ser qualificados em todos os três elementos para gerar um alto nível de confiança no líder e se algum elemento tinha o impacto mais significativo na classificação de confiança de seus colaboradores. Para avaliar isso, foi feito um experimento em que separamos os líderes em níveis altos e baixos, em cada um dos três pilares e depois medimos o nível de confiança.


Intuitivamente, foi considerado que consistência seria o elemento mais importante para um alto nível de confiança do líder. Afinal, dizer uma coisa e fazer outra, aparentemente tem um impacto negativo na confiança no líder. No entanto, embora nossa análise tenha mostrado que a inconsistência tem um impacto negativo (a confiança caiu para 17 pontos), foram os relacionamentos que tiveram o impacto mais substancial. Quando os relacionamentos eram baixos mas tanto o julgamento quanto a consistência eram altos, a confiança no líder caiu 33 pontos. Isso pode ser porque muitos líderes são vistos como ocasionalmente inconsistentes. Todos nós pretendemos fazer coisas que não são feitas, mas uma vez que um relacionamento é danificado ou se nunca foi formado, é difícil para as pessoas criarem uma confiança.

 

Costumamos dizer às pessoas que elas não precisam ser perfeitas para serem excelentes líderes, mas quando se trata de confiança, todos esses três elementos precisam estar acima da média. Lembre-se que, em nossa análise, definimos a barra relativamente baixa: em 60%. Este não é um nível brilhante de desempenho, mal está acima da média.

Temos encontrado regularmente em nossa pesquisa que, se um líder tem uma preferência por uma habilidade em particular, é mais provável que ele tenha um desempenho melhor. Pense sobre quais desses elementos de confiança você tem uma maior afinidade – e qual você tem menos. Como você precisa estar acima da média em cada um deles, provavelmente vale a pena concentrar-se em melhorar o elemento com menor afinidade.





Comentários

Deixe um comentário