Blog

image

O que acontece quando um líder não dá crédito pelo trabalho da sua equipe?

Você deve conhecer um líder que tem o hábito de não dar o crédito pelo trabalho e realizações dos outros e receber tudo para si. O motivo dele é estar em maior evidência ao dar a impressão de que ele é mais eficaz, trabalhador ou inteligente em comparação com os demais colaboradores e profissionais do mesmo nível na empresa.

A realidade é que, na maioria das situações de trabalho, é difícil atribuir com precisão quem merece crédito pelo trabalho. Mesmo em situações em que um líder faz todo o trabalho em uma nova iniciativa, muitas vezes seus subordinados diretos precisam cuidar de muitas outras atribuições para permitir que o líder tenha tempo para produzir o novo trabalho.

Mas, afinal, tomar o crédito pelo trabalho dos outros pode funcionar como estratégia para progredir ou pode atrapalhar o profissional que usa essa abordagem?

 

Qual é o impacto para a equipe quando o crédito é dado apenas ao seu líder?

 

Para avaliar essas questões, a Zenger Folkman (nossa parceira americana para projetos de desenvolvimento de liderança), reuniu as avaliações de mais de 3.800 líderes e mediu a eficácia de cada um, através de avaliações 360 ​​graus de gerentes, colegas, subordinados diretos e outros. Cada profissional foi avaliado em sua tendência para receber crédito ou dar crédito pelo trabalho a outras pessoas. Sua eficácia também foi avaliada em 49 comportamentos adicionais. Em seguida, um grupo de especialistas cruzou as informações entre eficácia de cada líder e seu perfil com relação a dar ou tomar para si créditos pelos trabalhos.

O gráfico abaixo demonstra o impacto de tomar para si ou de dar crédito pelo trabalho a outras pessoas pela percepção da eficácia geral de um líder. Aqueles líderes cuja tendência era levar crédito foram classificados como líderes muito ineficazes (13 pontos em 100), enquanto aqueles que se esforçaram para dar crédito a outros foram classificados como alguns dos líderes mais eficazes (85 pontos em 100). A eficácia geral da liderança mede a eficácia geral de um líder em um amplo conjunto de comportamentos. Estes dados demonstram a diferença drástica entre o efeito negativo de tomar crédito para si, em oposição ao impacto positivo de dar crédito pelo trabalho a outros profissionais.


 

Impacto em dar crédito pelo trabalho de outros profissionais

 

Poucas pessoas duvidam do impacto negativo em ter que ceder o crédito a outra pessoa, pelo trabalho realizado. Nesse contexto surge a questão: há comportamentos associados a perfis profissionais que mais concedem ou tomam para si os méritos pelo trabalho de outros profissionais?

O gráfico abaixo mostra a pontuação para os 10 principais comportamentos mais afetados para os líderes que foram classificados a partir da capacidade em dar crédito pelo trabalho. A comparação se dá entre os mais baixos (os 10% com menor pontuação) versus aqueles que receberam a maior pontuação na habilidade de dar crédito (os primeiros 10%). Enquanto você lê a lista de comportamentos, o impacto negativo em receber crédito pelo trabalho dos outros é claro. No entanto, o foco deve estar no valor extraordinário que vem em dar aos outros o crédito. Muitas pessoas subestimam o tremendo impacto que vem do esforço de dar mérito aos outros.

 

Este gráfico demonstra claramente o valor positivo criado quando todo o crédito pelo trabalho é dado a outros. Enquanto aqueles que presumem que ter crédito pelo trabalho de outros, os faz progredir no carreira, eles podem descobrir que isso cria uma pequena vantagem temporária, pois o impacto negativo que isso cria é como uma onda de tsunami – eventualmente, ela os afogará.

 

Dar aos outros o crédito pelo trabalho é receber em dobro

 

Esses dados refletem o verdadeiro impacto do que acontece quando os líderes trabalham duro para dar crédito aos outros. A realidade é que, quando um líder faz outra pessoa parecer boa, isso faz com que ele pareça bom também.

A análise desses dados sugere fortemente que, ao dar crédito a outros pelo trabalho realizado, um líder será percebido das seguintes formas:

  • Mais efetivo em sua eficácia geral de liderança;
  • Mais justo e comprometido em ajudar os outros a terem sucesso;
  • Faz o que é melhor para a empresa;
  • Aceita a responsabilidade;
  • É confiável;
  • Vive seus princípios, além de valorizar a diversidade.

Se um líder estabelece uma meta para reconhecer os outros por suas realizações e procura oportunidades para fazer os outros parecerem bons, seu próprio desempenho vai melhorar. Seu lema deve ser: “Não tome crédito por nada – dê tudo de graça”





Comentários

Deixe um comentário